Quando falo que escrevo, que sou produtor de conteúdo e, inclusive, trabalho profissionalmente criando textos para diversos clientes, muitos se espantam. Perguntam como eu consigo, de onde vem tanta criatividade, qual o segredo.

Primeiro, vamos deixar claro uma coisa: escrever (assim como a maioria das coisas nessa vida) não é um dom. É treino! Ayrton Senna foi o mito que foi porque treinava muito! Messi e Cristiano Ronaldo são o que são porque, desde pequenos, estavam com a bola nos pés e tentando aprender cada vez mais. Com treino você consegue aprender qualquer coisa. Talvez o tal do “dom” até exista, mas acredito que ele serve mais como uma habilidade que te permite aprender as coisas mais facilmente.

E, se escrever é treino, então bora treinar! Treinando e praticando bastante você pode aprender a desenvolver melhor sua capacidade de escrita e, inclusive, adquirir a habilidade de escrever sobre qualquer assunto. Inclusive, esta habilidade é essencial pra você que deseja trabalhar como redator, principalmente nas áreas voltadas para a publicidade e o jornalismo.

Agora, sem mais enrolação, anote minhas dicas e comece a praticar!

 

1 – Organize seu tempo e mantenha o foco

Escrever é um baita exercício de criatividade! Sua mente trabalha muito e é raro ter momentos em que as coisas saem no automático, como acontece em outros trabalhos. Mesmo nos momentos em que o texto está fluindo, ainda assim, você está com total atenção ao que está escrevendo e sua criatividade está com o motor ligado. Então, se pretende escrever algo bom, tente focar somente naquilo.

Eu, por exemplo, não gosto de música enquanto escrevo. Exceto alguma música instrumental. Se é alguma música que eu conheço o ritmo e a letra, o risco de começar a cantarolar e perder o foco da escrita é grande.

Quando você começa a andar de bicicleta precisa manter total atenção naquilo, não é mesmo? Não tira os olhos do caminho, está atento a tudo e tenta não se distrair pra evitar cair um tombo, não é? Então! Escrever é como andar de bicicleta. No começo mantenha atenção total.

Organize seu tempo e evite distrações. Isso vai te ajudar a manter uma linha de raciocínio enquanto escreve. Afinal, não tem nada pior do que estar com várias ideias na cabeça, de repente algo aparece, tira a atenção e quando você vai ver… cadê aquela ideia? Sumiu feito salário na minha conta.

E, falando em organizar seu tempo e ser mais produtivo, quer saber uma boa dica? Leia este artigo aqui onde falo do Habitica. É um app/site que vai ajudar a organizar sua vida brincando!

 

2 – Organize suas ideias, crie listas, tópicos e rabiscos.

No começo é muito importante que você seja bem old school e use papel e caneta. Escreva o tema e coloque as informações que você tem. Marque aquilo que é importante conter no texto como informações de pesquisas, dados e etc.

Faça também um breve resumo do que terá no texto, como um roteiro. Quer ver? Vou fazer um resumo rápido pra nortear um texto sobre o primeiro assunto que me vier na cabeça. E o assunto é: gravidez na adolescência. Vamos lá!

  • Podemos fazer a introdução falando sobre os dados brasileiros sobre gravidez na adolescência, enfatizando determinado ponto, como o abandono escolar. Posso também começar com um storytelling, contando sobre uma experiência própria ou de outra pessoa, falando sobre as dificuldades dessa pessoa ao se ver grávida tão cedo
  • Depois você pode se aprofundar em um ponto que deseja enfocar: evasão escolar, pais jovens que abandonam as mães sozinhas com seus filhos ou como isso pode influenciar na vida da criança que pode nascer em um lar sem estrutura. Ou falar sobre tudo isso. Mas o importante aqui é apresentar o problema e as consequências dele. Aqui podem entrar dados mais precisos e específicos, opiniões de especialistas, exemplos reais, etc.
  • Na conclusão você pode trazer soluções para o tema, novas perguntas, questionamentos ou em certos casos mostrar sua opinião.
  • E já que vivemos na era digital, hoje, os textos para internet sempre tentam terminar com um Call to Action, um CTA, que chama alguém para uma determinada ação. Você pode terminar pedindo que os leitores manifestem sua opinião, compartilhem ou baixem um material complementar.

Organizar o seu texto é essencial e não é o bicho de sete cabeças que aparenta. Hoje, depois de muita prática, já consigo fazer esse processo mentalmente, sem precisar rabiscar muito em um papel. Tudo já vai diretamente para o editor de textos onde depois organizo tudo. Mas aconselho fortemente que você use e abuse dos rabiscos para aprimorar seu processo de escrita.

 

3 – Faça um bom briefing do que precisa ser escrito

O briefing é o melhor amigo do redator. O bom briefing, no caso.

E se você vai fazer seu próprio briefing ou algum cliente vai fazer para que você escreva sobre um assunto, é importante lembrar de algumas coisas que são essenciais. Primeiramente é importante colocar as informações básicas como o tema do que vai ser escrito, qual o enfoque deve ser dado e para qual público o texto será direcionado.

No marketing digital costumam chamar de persona. Chamando de persona ou público, o fato é que você precisa saber para quem esse texto é direcionado, assim pode criar uma linguagem para aquele tipo de receptor. Se for alguém que ainda está no estágio de descoberta do tema e não tem tanta familiaridade com o assunto, você deve escrever com linguagem mais simples e explicando todos os termos técnicos.

Para textos de internet é importante também se atentar às palavras-chaves do assunto, pois isso ajuda os motores de busca a indexarem melhor seu artigo e mostrar para mais pessoas que estejam buscando por aquelas palavras.

E outro ponto interessante para um briefing é mostrar exemplos de materiais que já foram escritos. Isso está intimamente ligado com a próxima dica.

 

4 – A pesquisa é a base de tudo!

Um bom texto precisa ter uma boa pesquisa. Não é necessariamente aquela pesquisa mais acadêmica, onde se apresenta ideias, frases e dados coletados de outros artigos. A pesquisa também pode ser embasada na sua experiência e conhecimento, como este texto aqui, que usa muita coisa que eu aprendi e desenvolvi.

Mas, quando você não conhece um assunto, aí é que a pesquisa faz diferença. Afinal, como escrever sobre mecânica se o mais perto que você chegou disso foi trocando a pilha de um controle remoto? Com uma boa pesquisa você consegue obter dados, opiniões e referências que vão te permitir entender melhor o assunto e escrever sobre ele.

E, convenhamos, com a internet isso ficou ainda mais fácil. Temos informação livre e de fácil acesso sobre praticamente qualquer assunto! Nos dias atuais você só não sabe algo se não quer, pois a informação esta aí, na palma da mão.

Se a informação é de fácil acesso, basta, então, ler, entender e planejar seu texto utilizando algumas das técnicas que citei pra criar algo original sobre qualquer assunto. Com estudo e bastante prática, você consegue!

Mas, se ainda sentir dificuldade, fale comigo! Mande mensagem, comente. Vamos conversar. Se você precisa criar conteúdos para o seu negócio, mas não tem muito tempo, fale comigo, também posso te ajudar. Você só não pode dizer que não sabe como fazer e que não conhece ninguém pra te ajudar.

 

 

—————

Este artigo também está lá no meu site: www.guisantospro.com/blog

Se quiser receber artigos como este por email, é só se cadastrar:http://eepurl.com/cqEXXv

Você também pode receber meus artigos semanais pelo whatsapp, é só se cadastrar neste link: http://cvtt.me/2p0LR9b (E pode relaxar, vou mandar uma vez por semana apenas, sem encher o seu saco!)

Ps.: Se você estiver acessando pelo computador, é necessário estar com o Whatsapp Web ativo. Ao clicar no link, você vai enviar uma mensagem automática pra mim, assim vou poder te adicionar na minha lista de contatos pra enviar meus conteúdos e, também, você poderá falar comigo normalmente. Nada robótico. Sou eu mesmo, conversando com você, crescendo junto com você! 

Aproveite e curta a minha página no Facebook: facebook.com/guisantospro

😘

———

Guilherme Santos: Formado em Publicidade e Propaganda e pós-graduando em Mídias Sociais e Marketing Digital, atua na área de comunicação desde 2007 e escreve uma coluna semanal no Jornal de Laguna desde 2014. Fundou, juntamente com um sócio, em 2015 a startup Crush Design, especializada na criação e venda de móveis em formato digital. Também tem uma empresa de marketing e publicidade, que hoje se chama Gui Santos PRO, e é especializada em redação e criação de conteúdo. Também executa serviços de social media e design gráfico para diversos clientes.

Gostou do texto? Curta, compartilhe e comente. Vamos trocar ideias!

Você vai gostar desses artigos também

Gosto de ver os comentários. Escreve algo aí!