Muita gente fala que este Papai Noel como vemos hoje, em roupas vermelhas e gorducho, é invenção da Coca-Cola. Mas a história não é bem assim.

O bom velhinho em suas roupas vermelhas é criação do cartunista Thomas Nast, que criou esta figura, bem parecida como conhecemos hoje, em 1860. Ele usou diversos relatos, histórias e lendas e construiu a imagem de um velhinho barbudo, gorducho e que usava roupas vermelhas com detalhes em preto e dourado.

O que a Coca-Cola fez foi se basear nesta criação de Nast e usar a figura do bom velhinho como propaganda na época do Natal. Em 1931, a empresa começou a introduzir seus anúncios em revistas mais populares. Archie Lee, executivo da agência de publicidade D’Arcy, queria uma campanha que mostrasse um Papai Noel saudável, que fosse ao mesmo tempo realista e simbólico. O ilustrador Haddon Sundblom foi encarregado de desenvolver imagens publicitárias que mostrassem o próprio Noel, e não um homem fantasiado.

Para obter inspiração, Sundblom recorreu ao poema de Clement Clark Moore, de 1822 “A visit from St. Nicholas” (“Antes da véspera de Natal”), que evoca a imagem de um Papai Noel caloroso, amigável, gorducho e humano.

Podemos até entender que a Coca-Cola popularizou esta imagem, mas a ideia do personagem e suas cores e símbolos já tinham surgido muitos séculos antes.

 

De onde vem essa imagem e símbolos do Papai Noel, então?

O Noel que conhecemos hoje é uma mistura de dois personagens e tradições: São Nicolau e Father Christmas.

Nicolau foi um bispo canonizado pela Igreja Católica, que viveu no século 3 depois de Cristo e era conhecido pela sua bondade e generosidade. É também conhecido como protetor dos marinheiros. O dia 6 de dezembro é usado pra lembrar o santo e comemorado em diversos países europeus, principalmente costeiros, como a Holanda, que ainda hoje comemora o feriado de Sinterklaas, onde é comum a troca de presentes.

Já o Father Chrstimas é uma tradição britânica, surgida por volta do século XV. Este personagem usava roupas com peles, vermelhas ou verdes e não tinha relação com troca de presentes, mas sim com as comemorações e festividades, sempre relacionadas com a fartura de alimentos.

Com o surgimento das religiões protestantes, aquela festividade que ocorria no começo de dezembro e incentivava a troca de presentes em homenagem a São Nicolau, começou a ser desencorajada, pois os protestantes não queriam idolatrar santos. Por isso começaram a comemorar na véspera do dia 25, se distanciando da original data em alusão ao dia de São Nicolau.

Mas foi nos Estados Unidos, no meio do século XIX que surgiu a tradição como conhecemos hoje. Com a mistura de diversos povos e culturas, todas estas tradições começaram a se mesclar.

Surge então a figura de Santa Claus, uma mistura de Saint Nicholas com Sinterklaas. Começam a surgir também diversos poemas, histórias e ilustrações mostrando este personagem e suas características. Um dos mais importantes é o livro The Night Before Chrstimas (Também conhecido como A visit from St. Nicholas, que citei anteriormente), de Clement Moore, onde Thomas Nast se baseou pra criar a figura do Santa Claus (Papai Noel, em português) que depois foi inspirada e compartilhada pelo mundo todo, inclusive por uma famosa marca de refrigerantes.

Quer saber mais sobre todas as lendas e curiosidades dessa figura natalina? Veja o vídeo abaixo do Canal Nerdologia, que serviu como uma das fontes para a pesquisa deste texto.

 

—-

Guilherme Santos: Formado em Publicidade e Propaganda e pós-graduando em Mídias Sociais e Marketing Digital, atua na área de comunicação desde 2007 e escreve uma coluna semanal no Jornal de Laguna desde 2014. Fundou, juntamente com um sócio, em 2015 a startup Crush Design, especializada na criação e venda de móveis em formato digital. Também tem uma empresa de marketing e publicidade, que hoje se chama Gui Santos PRO, e desenvolve artes gráficas, redação, social media e criação de conteúdo para vários clientes.

Gostou do texto? Curta, compartilhe e comente. Vamos trocar ideias!

E falando em trocar ideias, estou criando um grupo fechado para quem quer receber e-mails meus com novidades, textos em primeira mão e dicas. É só clicar neste link pra se cadastrar: http://eepurl.com/cqEXXv

Não se esqueça de me seguir aqui no Linkedin. Toda semana posto um artigo diferente, que você vai gostar de ler, tenho certeza!

Você também pode receber meus artigos semanais pelo whatsapp, é só se cadastrar neste link: https://goo.gl/hr1GRg (E pode relaxar, vou mandar uma vez por semana apenas, sem encher o seu saco!) ?

Também peço que siga minha página no Facebook: www.facebook.com/guisantospro/

E depois de te pedir tantas coisas, só quero agradecer! Obrigado por ler até aqui. Espero que possamos continuar nos comunicando e crescendo profissionalmente!

Você vai gostar desses artigos também

Gosto de ver os comentários. Escreve algo aí!