No dia 11 de agosto é celebrado o Dia do Estudante. Uma data que provavelmente já foi comemorada por quase todos os habitantes, afinal, de uma forma ou de outra, sempre nos tornamos estudantes. Infelizmente nem todas as crianças fazem parte do sistema de ensino formal, mas em dado momento são estudantes que aprendem a ler, escrever ou até mesmo uma profissão.

Mas, vamos focar naqueles estudantes que estão num momento de transição importante, onde finalmente receberão a alcunha de acadêmicos. A transição entre ensino médio e faculdade. Este temido e complicado momento onde, muitas vezes, escolhemos aquilo que seremos para o resto da vida.

Pra tornar essa escolha e transição mais simples, trago aqui quatro dicas pra você, que está no ensino médio. Dicas que vem, principalmente, da minha experiência. Afinal, um dia já fui um jovem cheio de dúvidas e medos, tentando entrar na faculdade. A boa notícia é que consegui. A má notícia é que não foi tão fácil.

 

Faça o estudo ser natural, não uma obrigação

Muita gente já é excluída do processo logo aqui nessa primeira dica. Por mais que a escola e o modelo de ensino seja um saco e de péssima qualidade em nosso país, se você quer chegar até a faculdade, é preciso que tenha gosto pelo estudo. Não precisa ser o CDF, não. Você tem que ter gosto por aprender, ler, saber mais, evoluir.

E hoje em dia, com a internet… ah meu amigo, você não sabe a sorte que tem! Qualquer pessoa pode aprender tudo que precisa apenas lendo ou até mesmo vendo vídeos no Youtube. Então, para de ficar jogando ou assistindo gameplay de Minecraft e passa a assistir canais com conteúdo educativo. Existem vários canais com aulas, dicas, assuntos interessantes e que realmente ajudam bastante a tornar o estudo algo natural. Eu, inclusive, sugiro dois canais com muito conteúdo legal, que acompanho: NerdologiaCanal Nostalgia. Mesmo eu, que já não sou mais um jovem, vejo vários conteúdos legais e enriquecedores nesses canais que, certamente, vão te ajudar a tomar gosto pelo estudo.

Pra tornar tudo natural, crie rotinas de estudo, planeje seus horários, faça cursos. Tudo isso ajuda. E quando falo em tornar tudo natural, isso inclui saber os momentos em que você deve relaxar, não fazer nada, sair, até ir pra balada. Se você mergulhar nos estudos, também corre o risco de se afogar. Então, não mergulhe. Surfe esta onda, de boa!

 

Seja o melhor aluno

Não se esqueça que além de ler e ver coisas interessantes na internet, você ainda precisa aprender o conteúdo curricular e tirar boas notas. Não se contente em ser o aluno nota 7. Nunca! Mario Cortella já dizia: Medíocre é aquele que, mesmo sabendo que pode fazer o melhor, se contenta em fazer apenas o possível. Aliás, fica a dica pra ler esse meu outro texto, parar de ser um medíocre e se tornar o protagonista de sua vida!

Acredite, você nunca vai se arrepender de ter dado o seu melhor e aprendido mais que todo mundo. Acredite em mim, no futuro, tudo que você aprendeu e até mesmo o bullyng que sofreu por ser o melhor aluno, vai valer a pena. Pode apostar!

 

Lute por uma bolsa na faculdade

Ainda estamos longe de ter uma educação superior das boas, como em outros países, onde existem diversos tipos de bolsas de estudo e o acesso é maior. Aqui as coisas não estão muito boas, mas também não estão tão ruins assim. É possível ter acesso a bolsas integrais e parciais pelo PROUNI e muitas instituições também oferecem diversos tipos de incentivos.

A minha primeira dica é estudar muito, fazer simulados, cursos e tudo que puder pra se dar bem no PROUNI. Foi assim que eu consegui entrar na faculdade, lá em 2008, nos primórdios do ENEM. Fui bem na prova e isso me permitiu conseguir uma bolsa integral no curso de Publicidade e Propaganda da Unisul, em Tubarão (SC). Eu sempre tentei ser o melhor aluno, dar o meu melhor, estudei, fiz todos os simulados que pude e acreditei muito que iria conseguir uma bolsa. E assim o fiz! Você também consegue!

E mesmo se não for de primeira, ainda pode se matricular no curso que gosta e ir se candidatando a bolsas da própria instituição. A grande maioria possui bolsas de pesquisa, onde você ganha descontos que podem chegar a 100% e, em troca, você vira um pesquisador, que vai aplicar os conhecimentos do seu curso na comunidade ou em programas específicos da instituição. E ainda tem diversos tipos de financiamento, como o FIES, dentre outros particulares, onde você paga uma pequena parte da mensalidade e o resto fica pra depois de formado.

A dica é pesquisar bastante as opções e instituições que você deseja ingressar e ver quais as facilidades que ela oferece. Se você quer, você vai conseguir!

 

Pense (com carinho) qual curso e carreira vai seguir

Escolher a carreira não é algo tão fácil. Algumas vezes temos apenas aquela ideia de fazer algo só porque nossa família incutiu isso em nossa mente. Não caia nessa! A vida é uma só, então faça o que você gosta e o que vai te fazer feliz. E se você fizer algo que te deixa feliz e se for um bom profissional, vai conseguir dinheiro com isso. Realmente algumas carreiras tem certa facilidade em ganhar dinheiro. Mas dinheiro não é tudo. Mas também se você escolher uma carreira apenas pensando no dinheiro, fique tranquilo. Também não tem nada de mal nisso! O importante é fazer o que gosta. E se você gosta mesmo é do dinheiro, não importando se vai precisar fazer algo que não gosta, então ok!

Na internet você encontra vários testes vocacionais e dicas que podem te dar uma ideia de qual carreira seguir. Tente ver algo que você é bom e em que área isso se relaciona. Eu sempre gostei de escrever, criar, trabalhei com artes gráficas e, então, achei na publicidade uma área que poderia abarcar tudo isso. Você precisa fazer o mesmo. Analisar suas potencialidades e o que existe de opção.

 

Dica Bônus: Nem sempre a faculdade é o melhor caminho

Exatamente. Toda sua regra tem excessão. E talvez você não precise ir direto pra faculdade. Talvez possa embarcar em um intercâmbio, fazer algum curso profissionalizante ou algo mais específico para uma área. As opções são variadas e não se limitam apenas em entrar na faculdade. Porém, sugiro fortemente que você não se atenha a terminar o ensino médio e tchau. Estudar é essencial para o crescimento profissional e humano. Conhecimento muda o indivíduo. Por isso, nunca pare com isso!

E, se você escolher o caminho da faculdade, pode ir se preparando com minhas outras dicas:

4 dicas que eu queria ter recebido quando era calouro.

4 dicas que eu queria ter recebido ao me formar

Mas se você procura concursos ao invés de uma faculdade, sugiro acessar o site Concurso Virtual e escolher um dos diversos cursos preparatórios. Assim suas chances de se dar bem aumentam ainda mais!

 

———-

Guilherme Santos: Formado em Publicidade e Propaganda, atua na área de comunicação desde 2007 e escreve uma coluna semanal no Jornal de Laguna desde 2014. Fundou, juntamente com um sócio, em 2015 a startup Crush Design, especializada na criação e venda de móveis em formato digital. Também tem uma empresa de marketing e publicidade, que hoje se chama Gui Santos PRO, e desenvolve artes gráficas, redação, social media e criação de conteúdo para vários clientes.

Gostou do texto? Curta, compartilhe e comente. Vamos trocar ideias!

E falando em trocar ideias, estou criando um grupo fechado para quem quer receber e-mails meus com novidades, textos em primeira mão e dicas. É só clicar neste link pra se cadastrar: http://eepurl.com/cqEXXv

Não se esqueça de me seguir aqui no Linkedin. Toda semana posto um artigo diferente, que você vai gostar de ler, tenho certeza!

Também peço que siga minha página no Facebook: www.facebook.com/guisantospro/

E depois de te pedir tantas coisas, só quero agradecer! Obrigado por ler até aqui. Espero que possamos continuar nos comunicando e crescendo profissionalmente!

Você vai gostar desses artigos também

Gosto de ver os comentários. Escreve algo aí!