Thanos se mostrou um dos vilões mais incríveis do cinema. Não é à toa que o filme que ele protagoniza, Vingadores 3, vem batendo todos os recordes possíveis.

Mas, mais do que falar do filme e imaginar o que vai acontecer no Universo Marvel daqui pra frente, o que quero abordar aqui é como este personagem pode nos ensinar importantes lições para nossa carreira e vida pessoal.

Ainda que destruir metade do universo com um estalar de dedos não seja nada legal, o personagem, como foi construído, traz traços de personalidade interessantes de serem analisados.

Vamos então esquecer as atrocidades que ele comete no filme e o fato de ele ser o vilão. Vamos tentar entender que isso é apenas uma obra de ficção e, como obra fictícia, podemos tirar dela apenas aquilo que nos é interessante.

Já fiz isso uma vez, quando tirei 6 lições do filme da Liga da Justiça que são essenciais para qualquer empreendedor. Quero que você embarque nessa comigo e tente fazer isso em outras situações da sua vida. Até momentos difíceis podem ter alguma lição a nos ensinar, basta que saibamos como olhar e como encontrar estes aprendizados.

E esse texto é a prova de que até o pior dos vilões pode ter coisas boas a nos ensinar. No fundo (lá no fundinho mesmo), se excluirmos toda a vilania e a forma nada ortodoxa de “salvar o universo”, temos um ser corajoso, altruísta e que só quer dar um jeito nas coisas pra que todo mundo possa viver num universo melhor.

Então, vamos aprender um pouco com o novo roxinho mais querido do Brasil (chupa, Nubank!), o vilão que chora, o vilão que só quer se aposentar e viver tranquilo em seu sítio: Thanos, o Titã Louco!

 

1 – Se você quer algo bem feito, faça você mesmo

É muito importante delegar tarefas e ter uma boa equipe pra te dar todo o suporte. Inclusive, Thanos estava muito bem “assessorado” pela sua Ordem Negra, que veio primeiro atrás de algumas Joias do Infinito.

Porém, na hora do pega-pra-capar, quem teve que segurar o abacaxi e descascar, foi Thanos. Na vida real também é assim. A gente pode ter uma ótima equipe, mas certas coisas só funcionam quando a gente coloca todo o nosso amor, empenho e dedicação na conclusão. Aquilo que depende de uma dose extra de motivação é muito melhor executado quando nós mesmos fazemos.

No entanto, a inteligência está em saber a hora de delegar e a hora de assumir as rédeas. Cada caso, é um caso. Mas, se você quer conquistar o universo, sugiro que faça você mesmo, ao invés de mandar alguém resolver.

 

2 – Com as ferramentas certas você pode dominar o universo

Sem a Manopla do Infinito, Thanos é só mais um cara normal. Tudo bem… um cara roxo que bate na cara do Hulk talvez não seja assim tão normal, mas você entende onde quero chegar, né?

Um exemplo prático, da vida real, que posso contar aqui, é quando algum empreendedor faz toda a sua gestão de contatos, seu CRM, seu marketing digital, sem nenhuma ferramenta de automação. Tudo isso toma tempo, torna o trabalho cansativo e, muitas vezes, sem resultados expressivos. A partir do momento que o empreendedor junta as suas “joias do infinito” e passa a utilizar em seu negócio, tudo fica mais fácil. Então passa a se comunicar melhor, aumenta o número de clientes, vendas e lucro.

Portanto, busque saber quais as joias do seu negócio. Depois vá atrás delas e use para o bem da sua empresa. Uma delas pode ser um maquinário novo, um colaborador com algum conhecimento específico, um sistema de automação. Seja quais forem suas joias, vá atrás delas. Assim você fica a um estalar de dedos de conquistar o universo.

 

3 – Siga em frente, apesar das lágrimas

Mesmo sabendo que Thanos é o vilão, dá uma dorzinha no coração quando a gente vê aquela lagriminha escorrendo no canto daqueles olhos tiranos, né? Mas o foco no objetivo dele é total. Então, mesmo que seja difícil, ele segue em frente… e mata a própria filha… filha que ele tomou pra si depois de matar a mãe dela…

É… tirando esses pequenos detalhes um tanto quanto atípicos a história é emocionante.

O fato é que na vida de um empreendedor, muitas vezes vamos nos ver diante de decisões complicadas, onde vamos precisar escolher o que matar. Talvez seja preciso matar algumas horas de sono para terminar um projeto. Talvez a vítima seja um final de semana, uma viagem com a família.

A vida de um empreendedor está repleta de momentos difíceis, onde é necessário ter resiliência e continuar de pé, seguindo em frente, mesmo com as intempéries. Assim como o Titã Louco, precisamos ter muita fibra e coragem para focar nos nossos objetivos e conseguir ter a clareza do que é preciso ser feito.

Se você não tiver força de vontade e perseverança, nunca vai conseguir conquistar o universo. Afinal, pra quem empreende, infelizmente não existe uma Manopla que te permite conquistar tudo com um estalar de dedos.

 

—————

Se quiser receber artigos como este por email, é só se cadastrar:http://eepurl.com/cqEXXv

Você também pode receber meus artigos semanais pelo whatsapp, é só se cadastrar neste link: http://cvtt.me/2p0LR9b (E pode relaxar, vou mandar uma vez por semana apenas, sem encher o seu saco!)

Ps.: Se você estiver acessando pelo computador, é necessário estar com o Whatsapp Web ativo. Ao clicar no link, você vai enviar uma mensagem automática pra mim, assim vou poder te adicionar na minha lista de contatos pra enviar meus conteúdos e, também, você poderá falar comigo normalmente. Nada robótico. Sou eu mesmo, conversando com você, crescendo junto com você! 

Aproveite e curta a minha página no Facebook: facebook.com/guisantospro

😘

———

Guilherme Santos: Formado em Publicidade e Propaganda e pós-graduando em Mídias Sociais e Marketing Digital, atua na área de comunicação desde 2007 e escreve uma coluna semanal no Jornal de Laguna desde 2014. Fundou, juntamente com um sócio, em 2015 a startup Crush Design, especializada na criação e venda de móveis em formato digital. Também tem uma empresa de marketing e publicidade, que hoje se chama Gui Santos PRO, e é especializada em redação e criação de conteúdo. Também executa serviços de social media e design gráfico para diversos clientes.

Gostou do texto? Curta, compartilhe e comente. Vamos trocar ideias!

Você vai gostar desses artigos também

Gosto de ver os comentários. Escreve algo aí!